Notícias

  • Default
  • Title
  • Date
  • Random
load more hold SHIFT key to load all load all

O desenvolvimento da obra e a abrangência que a jovem Congregação ia realizando, ao atingir até mesmo outros estados e abrindo novas casas, levou a pensar e organizar uma pastoral que tivesse por objetivo falar da vocação à vida religiosa consagrada e da formação das jovens que iam entrando.

Esta formação religiosa era rígida, como exigira o padre Nino. A formação cultural diante da sociedade e da própria Congregação deixava a desejar, pois era também uma época em que a mulher não tinha ainda consciência de seu valor e de sua contribuição à Igreja, o que chega só décadas mais tarde, com o Vaticano II. É este fato que irrompe a expansão da Congregação como obra e como serviço à Igreja e à sociedade.

Para atender a esta expansão do carisma, que ia sempre mais se afirmando com a entrada de novas vocações e o testemunho das irmãs, madre Cecília teve de fazer muitas viagens em razão das sucessivas solicitações que recebia de vários lugares. Essas viagens tinham como objetivo examinar as condições oferecidas nas cidades, tanto para a abertura de novas fundações, como para a aceitação da direção de obras já existentes.

Madre Cecília não excluía as incipientes obras de Veado, de Rio Novo, e de Santa Rita de Sapucaí na diocese de Pouso Alegre, como atestam seus registros que constam dos arquivos da Congregação até hoje.

Cabe ter presente que madre Cecília tinha então 55 anos, e as viagens da época eram muito demoradas e cansativas, mesmo quando feitas de trem, em razão das distâncias e das baldeações que se deviam fazer. Ela mesma fez, à época, um depoimento de sua pouca saúde para enfrentar as situações que se apresentavam e dependiam de seu parecer e decisão.

Diante das várias solicitações de abertura de obras, madre Cecília faz um rápido balanço desse desenvolvimento da ação missionária da Congregação, traçando um quadro das religiosas Servas de Maria e das fundações que tinham a seu cargo. Neste tempo, havia 25 irmãs.